Clínica Dom Guanella

Biotina e a função tireoidiana

Consumida como suplementação para melhorar cabelos, pele e unhas, a biotina vem sendo amplamente prescrita por profissionais da saúde.
No entanto, isso pode trazer alterações nos exames da tireoide. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Antes disso, vamos saber o que é biotina: ⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A biotina é uma vitamina do complexo B, também conhecida como vitamina B7. Ela é hidrossolúvel e produzida no intestino pelas bactérias e por meio da alimentação, relacionada no metabolismo de gorduras, carboidratos e proteínas. A ingestão diária recomendada (IDR) é de 30 a 70 microgramas por dia. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O que acontece ao tomar suplementos ou polivitamínicos com biotina é justamente o exagero da IDR: as concentrações da substância nos produtos são cerca de 100 vezes maiores. 

Essa concentração excessiva pode interferir em testes de função tireoidiana, inclusive em pessoas com a função da glândula saudável. Na maioria dos casos, há a simulação de hipertireoidismo, com valores de TSH baixos e níveis de T4 livre elevados. No entanto, em alguns casos também pode ocorrer o aumento dos níveis de TSH. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Sempre consulte seu médico endocrinologista antes de ingerir suplementações no dia a dia. 
Dra. Eline Dias – Endocrinologista – CRM 37.056
× Agendar Consulta por WhatsApp